O grupo de jovens da região de São Carlos levou música, arte e muitas brincadeiras a dezenas de crianças do bairro Antenor Garcia, em São Carlos. Os jovens da cidade, e também de Pirassununga, estiveram reunidos no Núcleo Rosa de Nazaré, entidade que realiza trabalhos comunitários com famílias carentes do bairro, um dos mais populosos e carentes da cidade.

O encontro foi no dia 15 de março. Os jovens abriram as atividades com um verdadeiro presente para as crianças, jovens e adultos que se reuniram no local: uma apresentação do coral, que encheu o ambiente de alegria. Depois, os jovens se dividiram em grupos para orientar as atividades programadas para a manhã de domingo. As crianças menores foram para a biblioteca e receberam material para colorir.

As crianças maiores se divertiram com uma oficina de artesanato. O primeiro módulo da oficina foi desenvolvido para que elas produzissem fantoches com meias.

A novidade deixou as crianças felizes. “A atividade foi muito bem recebida e, na simplicidade com a qual as crianças interagem, foi muito dinâmica. Na próxima oficina, concluiremos os fantoches.”, disse Jéssica Andrade, que participou das atividades.

O serviço ofertado pelo grupo de jovens e pelo Núcleo-Luz de Figueira em São Carlos ajuda a suprir as enormes carências dos moradores do Antenor Garcia. Segundo estudos produzidos por mestrandos da Universidade Federal de São Carlos, nessa comunidade são registrados os menores índices de escolaridade e de renda do município. O bairro está inserido numa região conhecida como Grande Cidade Aracy, que engloba outras 3 comunidades: os bairros Cidade Aracy 1 e 2 e o bairro Presidente Collor.

Grupo Jovem de São Carlos em ação

A manhã de crianças, jovens e adultos terminou com todos divertindo-se no pátio do Núcleo Rosa de Nazaré, em brincadeiras de rua, como pular corda. Terminadas as atividades, todos compartilharam um almoço ofertado pela Maria Aparecida, da Rede-Luz de São Carlos. “Sentimos no coração a alegria de ajudar o próximo e nesse contato com as crianças, recebemos a pureza delas e ficamos alimentados com muito amor, pois a criança não têm máscaras; o contato com elas é muito verdadeiro.”, conclui Lucas Delfino.

Mutirão na Casa de São Lázaro

Essa não foi a única atividade do grupo de jovens. No sábado dia 14, eles participaram do segundo mutirão de limpeza dos terrenos onde será construída a Casa de São Lázaro. As atividades foram concentradas no bosque Regynaldo Zavaglia, que fica em frente à área que está sendo adquirida pelo Núcleo-Luz de Figueira em São Carlos. Serão oferecidos 37 leitos para fazer o acolhimento caridoso de pacientes terminais. A proposta da Casa de São Lázaro contempla a aplicação do conhecimento médico e técnico específico, evitando procedimentos invasivos, dolorosos e desnecessários, com o objetivo de ajudá-los a viver a última etapa de suas vidas com dignidade, promovendo o controle da dor e suporte psíquico-espiritual e social.

Grupo jovem de São Carlos em Serviço