trigueirinho No intuito de lançar sementes do conhecimento espiritual trazido pelo instrutor José Trigueirinho Netto, narraremos aqui histórias simbólicas de sua autoria. Segundo Trigueirinho, como as parábolas, as histórias simbólicas podem ser uma inesgotável fonte de inspiração àquele que busca trilhar o caminho interior. Elas permitem que cada indivíduo encontre o alimento apropriado para o momento em que vive.

Despojados de conceitos e conclusões, deixemos apenas que as palavras nos guiem nesta viagem por mundos sutis. Em nossa primeira parada, contemplemos Histórias do Caminhar:

Um homem caminhava no mar, a uns trinta centímetros acima do nível das águas. Ia em direção a uma ilha, na qual existiam muitas pedras. Ao alcançá-la, continuava pairando, transmitindo assim pura neutralidade. mar

Ao voltar-se para o horizonte, viu o tom rubro de incêndio no continente que acabara de deixar. Então uma ave esbelta e graciosa aproximou-se dele dizendo-lhe:

– Chegastes à terra dos homens que, agora tornados frutos maduros da Grande Árvore, podem legar ao futuro as novas sementes.” – (extraído do livro Viagens por mundos sutis, de José Trigueirinho Netto).