Juventude Missionária pela Paz de Belo Horizonte atuou na Missão Brumadinho

//Juventude Missionária pela Paz de Belo Horizonte atuou na Missão Brumadinho

“A humanidade violou a lei de cooperação e está expiando essa transgressão” – Helena Roerich

Juventude Missionária pela Paz de Belo Horizonte atuou na Missão Brumadinho

A Juventude Missionária pela Paz, frente de atuação voltada ao serviço, vinculada à Campanha da Juventude pela Paz, uniu-se aos missionários da Fraternidade – Federação Humanitária Internacional, na Missão em Brumadinho, Minas Gerais. No dia 16 de fevereiro de 2019, 12 jovens missionários do grupo da Campanha da Juventude pela Paz de Belo Horizonte foram até uma fazenda onde está funcionando um hospital veterinário.

Minas Gerais, Estado do Brasil que tem no próprio nome a indicação da sua riqueza mineral, ao longo de sua história, teve estreita relação com a atividade da mineração. Desde os bandeirantes no século XVI em busca de pedras preciosas, passando pelo ciclo do ouro até a atual extração dos recursos minerais.O rompimento da barragem de rejeitos oriundos da mineração afetou todos os seres da região atingida e mobilizou os jovens missionários mineiros (que significa tanto o operário que trabalha em mina, quanto o que é natural ou habitante de Minas Gerais).

Os jovens missionários atuaram na fazenda onde estão os animais resgatados. Em sua maioria, os animais acolhidos estão em boas condições físicas. Entretanto, no comportamento de alguns animais, é possível notar prováveis efeitos da ação do desastre, tais como: medo e insegurança.

juventude pela paz em Brumadinho

Alexandre Magno Martins, participante da missão, expressou que “foi impactante perceber os desdobramentos do desastre que atingiu não só seres humanos, mas todos os animais a eles associados, em especial os cães. [Foi impactante] tomar consciência de que cada um daqueles animais possuía uma história com as pessoas atingidas e que eles sofrem com isso. Ao me aproximar das baias dos cães, eles ansiavam por qualquer demonstração de carinho. Os voluntários tentavam sanar essa necessidade de amor da forma como era possível, por exemplo, dispondo-se a passear com cada um dos animais. Perceber que o sofrimento desses seres vivos é real me marcou, e me fez ver quão necessário é o trabalho junto ao Reino Animal”.

Uma parte da equipe realizou tarefas na área dos cavalos. Ampliando a expressão proverbial segundo a qual “o cachorro é o melhor amigo do homem”, pode-se dizer que o cavalo, ao longo da história, também é um dos mais fiéis companheiros da humanidade. Esse animal, que pode expressar, simbolicamente, a força e a vitalidade, esteve junto ao ser humano tanto em tempos de paz (no trabalho rural e no transporte) quanto em tempos de guerra (na montaria de combate).

Os jovens missionários auxiliaram na limpeza das baias, especialmente retirando teias de aranha do telhado. A cerca de madeira que circunda o local foi pintada e as rações dos animais foram organizadas. Juventude Missionária pela Paz de Belo Horizonte atuou na Missão Brumadinho

Érika Marinho comentou sobre a disposição do grupo: “Acho que o que mais me chamou a atenção foram os integrantes da missão! Fiquei impressionada com o engajamento do grupo, a serenidade e o acolhimento com o próximo! Era fácil sentir a boa energia que todos emanavam e como essa vontade de ajudar motivou e deu forças para que todos desempenhassem as mais diversas tarefas o dia todo! Sou grata por ter participado dessa vivência de puro amor fraternal e espero poder participar de outras!”.

 

Informações sobre a Fraternidade – Federação Humanitária Internacional e a Missão Brumadinho:

www.fraterinternacional.org

Informações sobre Juventude Missionária pela Paz BH:

WhatsApp: (31) 9 9140-2050 ou (31) 9 9384-9872


Por Guilherme Gontijo
Membro do Grupo Jovem de Belo Horizonte – Brasil

juventude pela paz em Brumadinho

2019-04-02T11:36:27+00:0030, mar 2019|Servir juntos|