Juventude Missionária pela Paz São Paulo: visitando um santuário animal

//Juventude Missionária pela Paz São Paulo: visitando um santuário animal

A missão no Santuário animal Shamballa começou pela manhã, com a separação de ferramentas, organização do transporte e preparação de lanches para o dia que nos esperava.

Jovens em ação no refúgio animal Shambala - SP

Com a Kombi e carros cheios, seguimos até o nosso destino na zona rural de Santana do Parnaíba, região metropolitana de São Paulo. É a segunda vez que o grupo jovem realiza vivências missionárias no local, que abriga mais de 40 animais de diferentes espécies. Os animais, a maioria resgatados, chegam por diferentes razões: contrabando de animais silvestres, maus tratos  ou com doenças já agravadas, para receber auxílio com tratamentos e terapias integrativas. Lá, ficam sob os cuidados especiais da Andréa, fundadora do local e quem cuida amorosamente de todos eles. A nova moradora do santuário é uma vaquinha, que  ficou paraplégica por ter sido usada em vaquejadas.

Entre os trabalhos realizados no dia, foi realizada a manutenção da cerca, limpeza e restauro do cemitério de animais e construção de uma rampa de terra.

Essa última atividade surgiu da necessidade de a Andréa conseguir passar com seu quadriciclo: o terreno possui muita declividade e ela acabava se desgastando muito, levando a pé materiais pesados. Para conseguir executar melhor seu trabalho, ela ganhou recentemente o veículo, mas um morro de terra a impedia de usá-lo.

Augusto, jovem de São Paulo, que participa desde o início das missões da Campanha da Juventude pela Paz, conta sua experiência:

“Dessa vez que fomos ao Shamballa, o que mais marcou foi a conexão de todos os participantes com a tarefa que ia ser realizada: mesmo sem saber o que ia ser feito, as tarefas foram precisas, desde a escolha das ferramentas até o momento em que terminou o dia. Lembro-me de ter imaginado a rampa, no local onde foi pedido antes de começar,  e depois, quando terminou, ficou exatamente como a imagem que tinha visto, mesmo eu não participando dessa tarefa.”

Um sentimento de alegria e harmonia permeou todo o grupo, que superou com amor o cansaço e os desafios de cada atividade. Viviane participou pela primeira vez da missão no Shamballa, e expressa a vivência com profundo relato:Grupo Jovem de São Paulo realizando ação em santuário animal Shambala

“Como todas as coisas que estão além do mundo material, falar sobre a experiência em Shamballa está além das palavras. Mas não posso deixar de expressar o quanto foi importante servir e aprender. Essa vivência deixou impressões profundas no Ser: reconhecer as necessidades, unir esforços, transformar situações e, sobretudo, ter a oportunidade de se fazer presente com a consciência de Amor, perdão e reparação é muito profundo. Depois deste dia fica claro o quanto devemos aos Reinos e o quanto eles nos acolhem; enquanto achamos que os ajudamos, são eles que nos ajudam! Despertar para a necessidade do Serviço é permitir que o coração se expanda e que o Amor flua entre todos os seres, por todo o Planeta.”

Os corações saíram nutridos de gratidão e alegria, tocados pela tarefa de amor e serviço que a Andréa irradia ao reino animal.

As missões no Santuário animal Shamballa continuam em 2019!

Os interessados em participar podem entrar em contato com o grupo jovem de São Paulo:

Telefone:+ 55 11-99567-9546

E-mail: juventudepelapaz.sp@gmail.com

Por Natália Miyazaki

Membro da Juventude Missionária São Paulo

2019-02-27T17:02:09+00:0025, fev 2019|Servir juntos|