Mensagens sutis: Festival da Juventude pela Paz em São Paulo

//Mensagens sutis: Festival da Juventude pela Paz em São Paulo

O convite percorreu a capital paulista das mais diversas maneiras: chegou através de amigos, de anúncios no Facebook, de panfletos entregues em praça pública. Com profunda alegria, o grupo jovem de Belo Horizonte, responsável pela recepção no Festival da Juventude pela Paz, divulgou para a organização do evento que cerca de 700 jovens estiveram no encontro. Através da adesão de mais jovens e do despertar interior que cada um viveu durante o dia, o Festival em São Paulo foi marcado por um forte impulso de Renovação.

Reunidas entre as atividades da programação, o festival também revelou várias mensagens sutis, que atraíram paz e instrução para os corações de forma silenciosa.

Pintura Cristo e Buda - Festival da Juventude pela Paz de São Paulo

Uma dessas mensagens criava vida dentro do salão, por meio dos pincéis ágeis dos jovens da Comunidade-Luz Nova Terra. Enquanto os músicos se apresentavam, o grupo coloria o quadro em tamanho real, que retratava o Buda e o Cristo lado a lado, conectando Oriente e Ocidente. “O quadro me pareceu sintetizar em uma imagem o conhecimento espiritual que recebemos como humanidade, e também o movimento devocional humano. Acho que nenhum outro ser gera tanta devoção no coração da humanidade como o Buda e o Cristo. Temos uma forte ligação com Eles, e esta ligação parece nos resgatar para níveis mais elevados de consciência.” – Comenta Manuela, representante do grupo jovem de Recife.

Já na área aberta, o stand da Campanha da Juventude pela Paz transmitia aos jovens que se aproximavam os princípios e as ações que a Campanha contempla em diversos pontos da América do Sul. A área do stand reservava quatro balanços, que também foram procurados por adultos e idosos que desejavam relembrar a paz dos tempos de criança.

Antes do almoço, os jovens da Comunidade-Luz Nova Terra ofertaram uma performance que satirizou um problema comum dos jovens nos tempos de hoje: a falta de conexão com o momento presente. No teatro, enquanto iniciava a formação da roda, um dos personagens tinha a atenção absorvida pelo celular e pelas redes sociais, fazendo selfies e vídeos. Conduzido pelo amor irradiado no Festival, o personagem foi lentamente ingressando nas atividades e recuperando sua ligação com os irmãos que compartilhavam com ele o momento presente.

Durante a tarde, a apresentação dos atributos do skatista da paz e a “session” em mini rampa brindou um valioso ensinamento sobre a humildade diante dos desafios. Ao final do dia, a Mãe Divina sintetizou os impulsos recebidos durante todo o ciclo de trabalho para organização do Festival da Juventude pela Paz em São Paulo, através de uma mensagem transmitida ao vidente Frei Elías del Sagrado Corazón de Jesús, da Ordem Graça Misericórdia:

“Para esta edição do Festival da Juventude pela Paz na cidade de São Paulo, e diante do destino que todos os jovens do Brasil têm que construir, apesar das oscilações das nações, o atributo é o amor, que sempre deverá atuar primeiro, a fim de que a adversidade e a dualidade sejam derrotadas pelo amor que possa expressar cada jovem neste ciclo.” (Maria, Rosa da Paz, 21 de outubro de 2018 ).

Confira as fotos do Festival da Juventude pela Paz em São Paulo em nosso Facebook Oficial!

Representação do Buda e de Cristo no Festival da Juventude pela Paz em São Paulo

2018-10-29T10:20:11+00:0028, out 2018|Notícias do Festival|