“Quem dentre vós não tiver pecado, atire a primeira pedra.” – Jo 8, 1 – 11

Cada edição do Festival da Juventude pela paz traz um atributo espiritual que trabalha de forma silenciosa no coração dos jovens que se coligam com o encontro. Desta vez, o Festival em Montevidéu trabalhará o atributo “Perdão: Reconciliar-nos com o centro do nosso ser e reconciliar-nos com os demais”.

Meditação

Como um dos aspectos mais profundos do Amor Crístico, o Perdão surge como uma porta para o encontro com o nosso verdadeiro Ser: o Divino em nós, que caminha livre de qualquer mácula. Viver o perdão é como permitir-se encontrar o Amor Divino, e deixar livres todos os seres que nos rodeiam para que também possam seguir a sua trajetória. Baseado na compreensão, o Perdão é, por fim, uma porta para a liberdade interior e para a livre expressão do ser, tão almejada pela consciência jovem.

Mas, afinal, como viver o Perdão no nosso cotidiano?

Seguindo os passos do Mestre Jesus, encontramos na humildade uma das chaves do Amor-Sabedoria, aquele que tudo compreende, tudo acolhe, tudo perdoa.

Depois de passar pelo Brasil e Argentina, a saga da Corrente do Bem chegou a Montevidéu, assinalando caminhos simples que colaboram nessa busca.

Que se levantem os jovens de corpo, alma e espírito, de todas as tribos e de todas as culturas, os que se deixarão renovar, para seguir a caminhada livres de toda e qualquer mancha interior.

Esperamos você em Montevidéu!

Para mais informações, acesse:

montevideu.juventudepelapaz.org

Monge Zen