Todos que participam do Festival da Juventude pela Paz levam do encontro uma semente de luz, semeada de forma invisível em suas essências. Músicos, pintores, fotógrafos, cozinheiros, equipe técnica e jovens, entre tantos desafios materiais, passam por uma jornada de transformação interior. Jornada que, na verdade, nada mais é do que um encontro com a paz, que pode brotar quando nos unimos.

Confira o depoimento de músicos, artistas e jovens que participaram da sétima edição do Festival, na cidade de Buenos Aires.

A próxima edição será em Salvador, e trabalhará o atributo “Fraternidade: em tudo, buscar a unidade e o equilíbrio”. Esperamos você!