Sagrados são os Reinos da Natureza

//Sagrados são os Reinos da Natureza

Sagrados são os Reinos da Natureza. Sagrados são os reinos mineral, vegetal e animal. Cada reino expressa uma vontade do Criador e um aspecto a ser desenvolvido na consciência do planeta.

Hoje os reinos agonizam, ameaçados pela ilusão de separatividade do reino humano, que se afastou do sagrado e do divino. Exploramos, destruímos e matamos. Em nossa desconexão com a Fonte de toda a Vida, deixamos de colaborar com o Plano de Deus.

Golfinhos

Na ambição pelas pedras preciosas e cristais, destruímos e desfiguramos as montanhas deste sagrado planeta. No reino mineral, o elemento água guarda em si as lembranças de todas as experiências desenvolvidas pela consciência de cada reino. Quando tomamos a água de uma fonte pura, ingerimos tudo aquilo que os reinos experimentam e desenvolvem. Na água está a fonte da vida, e por meio dela absorvemos todo o Amor da Mãe Natureza.

Na consciência interna de uma floresta, quando cortamos uma árvore, não é somente essa árvore que sente dor, mas toda a floresta. No reino vegetal não existe individualidade. É como se todas as árvores e plantas possuíssem um só coração. Todo o amor da Mãe Terra está expresso na natureza. Basta contemplar uma flor, caminhar por um jardim ou adentrar uma floresta para sentir esse amor.

Entre todos os reinos, é o reino animal o que mais sofre. Os seres humanos, hipnotizados pela indiferença destes tempos, são responsáveis pela morte e tortura de milhares de animais a cada dia.  Quem poderia falar sobre o medo constante vivido pela consciência do reino animal no planeta?… O medo de ser assassinado, comido e torturado por seus irmãos humanos.

Fomos criados para auxiliar na evolução das rochas, das plantas e dos animais. Contudo, rejeitamos essa tarefa e nos tornamos algozes de todas as criaturas. Como reino humano precisamos, com humildade, de uma vez por todas, reconhecer: Não estamos cumprindo a nossa missão de buscar a unidade com toda a vida, de ser fonte de amor e evolução para os reinos mineral, vegetal e animal. Cada vida que ocupa o seu lugar nos Reinos da Natureza é nossa irmã. Deveríamos sempre nos lembrar disso.

Deixamos de perceber quão belo é caminhar por entre a mata, escutar o sussurrar das árvores, o cantar dos pássaros e sentir a terra sob os pés. Quando fazemos isso de coração aberto, em reverência e gratidão aos Reinos da Natureza, nossa consciência se eleva a uma compreensão de unidade… e aí, somos curados pela beleza de cada flor, pelo cantar de cada pássaro e pelas cores da luz do sol refletida em cada árvore.

É possível que um dia a humanidade descubra que toda a natureza representa um aspecto da Consciência Mãe desse Universo. Quando chegarmos a essa compreensão, descobriremos que em cada um dos Reinos da Natureza existem chaves de amor e redenção para o próprio gênero humano. E que, por detrás da expressão de vida de cada criatura, existe o convite sublime daquela que é a Mãe de toda a Criação para reencontrarmos o caminho de retorno à nossa verdadeira morada, o caminho para o Cosmos Infinito.

Texto escrito como uma oferta de um jovem da Campanha da Juventude pela Paz para o planeta, apresentado durante o Festival da Juventude pela Paz na cidade de Belo Horizonte.

Mãe Terra

2018-10-07T17:13:21+00:007, out 2018|Reino da Natureza|