O que é o veganismo?

Incontáveis espécies animais já foram catalogadas. Estonteantes não apenas por sua beleza, mas também por suas incríveis habilidades. Além de nos deixarem de queixo caído, convidam-nos a pensar sobre o mistério da vida e deste planeta onde vivemos.

Apesar disso, parece prevalecer no inconsciente coletivo a ideia de que essas obras-primas da natureza são seres inferiores cujo propósito é satisfazer-nos. Comida, vestuário, entretenimento, ciência, pets. Todo o sentido de um Reino reduzido aos nossos interesses. No mundo jurídico, um animal é considerado rês (coisa), mesmo que, lentamente, a legislação ambiental venha caminhado no sentido de proteger uma parte deles de maus-tratos.

Espécies animais

Existem animais que voam,  que ouvem sons que sequer imaginamos, que são capazes de detectar campos eletromagnéticos e de respirar embaixo d’água – habilidades essas que tão empenhadamente tentamos reproduzir. Mas os chamamos  de irracionais. Não apenas os inferiorizamos, como também destruímos seus habitats e famílias, assim como os preciosos bens de um ser vivo: liberdade, integridade e vida. Naturalizamos isso como sociedade, criamos  justificativas para que possamos continuar complacentes com a produção do sofrimento.

É nesse contexto que surge o veganismo como filosofia que expressa a ideia de que os animais existem por suas próprias razões e merecem viver suas vidas da maneira mais plena, sem serem explorados pela ganância humana. Ser vegano não é apenas uma restrição alimentar, mas é um modo de vida que busca em diversos aspectos (alimentação, vestuário, entretenimento, ciência etc.) ser coerente com isso. É uma forma radicalmente diferente de ver e relacionar-se não apenas com os animais, mas com a vida, com o planeta e, acima de tudo, consigo mesmo.

Infelizmente, a situação global é tão grave que o veganismo, como teoria e prática, é apenas um pequeno passo dentre muitos que precisamos dar para existirmos e nos realizarmos como uma humanidade redimida. Por isso, essencial que cada coração que desperto se torne o espelho daquilo que quer ver no mundo, construindo um horizonte de cura e harmonia.  E então, o que você quer manifestar?

Entenda mais sobre as razões que levaram ao surgimento do veganismo como movimento:

– Documentário Terráqueos:

Por Isabela Taranto

Mestre em Direito e Acupunturista